I Ato contra estatuto do nascituro reúne 1.500 pessoas na praça da Sé

 

capa_blogDiversos grupos de apoio à descriminalização do aborto e dos direito das mulheres promoveram encontro hoje à tarde em frente a Catedral da Sé, na região central, para protestar contra o Estatuto do Nascituro.

A estimativa extraoficial é que cerca de 1.500 pessoas, entre homens, mulheres e crianças, estejam no local. A Polícia Militar não confirma esse número.
Entre os grupos presentes estão a Liga Brasileira de Lésbicas, o movimento da Marcha das Vadias e a Marcha Mundial das Mulheres.
Os manifestantes pedem a descriminalização do aborto por meio de frases como: “Se o papa fosse mulher, o aborto seria legal”, “Cadê o homem que engravidou? Por que a culpa é da mulher que abortou?” e “Aborto legal, seguro e gratuito. Neste dia se escuta um só grito”.

Segundo a historiadora Sarah D. Roure, 30, membro da Marcha Mundial das Mulheres, a maternidade não deve ser vista como um castigo. “Nos casos de aborto, é isso que acontece.”  Agentes da Guarda Civil Metropolitana bloquearam a área de entrada da catedral, que está fechada, atitude a qual os manifestantes vaiaram.

Palavras de ordem como “Que contradição. Aborto é crime, homofobia não” e “Contra o capital, a igreja e sua moral” ressoaram pela praça, por onde os manifestantes estão circulando.

O projeto do Estatuto do Nascituro, aprovado pela Comissão de Finanças e Tributação, estabelece garantias ao bebê em gestação e também aos embriões congelados. No texto, há ainda a menção a uma espécie de “bolsa” para a mulheres vítimas de violência sexual que não interrompam a gravidez, o que foi apelidado pelas pessoas contrárias de “bolsa-estupro”.

Fonte: Diário do Sudoeste, FolhaPress, em 15/06/2013

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s